quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Resenha: Creme dental orgânico da Contente

Um tempo atrás eu fiz um post sobre a a pasta de dente que eu uso e eu comentei que pretendia experimentar uma alternativa orgânica, e é sobre ela que eu vim falar hoje.

A Contente é uma marca de produtos de higiene bucal que não testa em animais, e recentemente lançou um creme dental vegano e orgânico.


Apesar de ele ser bem mais caro (paguei mais de R$ 20,00, mas olhei na internet e é possível encontrar por cerca de R$ 15,00), eu decidi comprar e experimentar. E eu gostei muito!

Embalagem:  Eu adorei o fato da embalagem ser biodegradável. <3

Composição: 


(Desculpem pela qualidade da foto, eu só percebi agora que ela está borrada, e eu não posso tirar outra porque já joguei a caixinha fora.)

Como podem ver, os ingredientes são realmente bem naturais.

Sabor: O creme dental tem um sabor muito suave e refrescante, depois que você termina de escovar os dentes fica com um gosto bem agradável na boca.

Eficiência: Achei o poder de limpeza dele muito bom, sinceramente é um dos melhores cremes dentais que eu já usei.

Considerações finais: Eu amei o produto não só por ser muito bom, mas por ser orgânico, vegano e vir numa embalagem biodegradável. Achei muito bem pensado e definitivamente é um creme dental que todos deveriam experimentar. A única coisa que eu não gostei foi o  preço. Tudo bem, eu sei que produtos orgânicos realmente são mais caros, mas não tem como eu ficar comprando um creme dental de mais de 20 dilmas. :( Espero que com o tempo esse preço abaixe, mas sempre que eu puder eu vou comprar, com certeza.

Ah! Não é porque esse creme dental é caro que é justificável o uso de produtos de higiene bucal testados em animais. Existem muitas outras opções, incluindo a que eu uso geralmente (Oral Gift), que pode ser encontrada em qualquer mercado. Não sejam compassivos com a crueldade animal, opções e substitutos não faltam, só basta você se dispor a sair da zona de conforto e trocar alguns produtos. Não tem nada de difícil nisso. É apenas uma questão de querer. 

A escolha do que você compra não é uma escolha pessoal quando envolve sofrimento alheio, tortura e morte.

Nenhum comentário :

Postar um comentário